Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Arte da Simplicidade

"Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico." (Séneca)

"Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico." (Séneca)

A Arte da Simplicidade

11
Jul17

O Grande Coração de CR7


Margarida

Antes de mais nada assumo-me como apoiante e sobretudo uma grande admiradora de Cristiano Ronaldo. Como futebolista, e mesmo como pessoa, o homem é um guerreiro, um trabalhador nato com grande espírito de sacrifício e isso é motivo para o ver como alguém inspirador e sobretudo digno de muito respeito. Ainda para mais admiro a sua capacidade para fazer do bem-estar daqueles que ama uma prioridade absoluta. 

Mas, como todas as pessoas que amamos e respeitamos, existem pontos de discórdia entre os diferentes modos de vida e, pessoalmente, o facto de Ronaldo ter voltado a recorrer a uma barriga de aluguer para aumentar a família é algo que me deixa um bocadinho de pé atrás. 

Não sou fundamentalista religiosa nem muito menos machista. Respeito a barriga de aluguer como prática, mesmo que ache que, em muitos casos, será apenas uma forma mais "honrosa" de venda do corpo da mulher. 

Para o jogador e a sua família é importante ter crianças, mesmo que essas crianças tenham sido pagas e que nunca vão conhecer alguém que os olhe com olhos de mãe (e não estou a falar do papel de mãe biológica). Ali haverá um pai (que estou certa que os amará muito, tal como ao filho mais velho), avó e tias mas a mãe não faz parte dos planos... porque dificilmente uma mulher, mesmo Georgina Rodriguez que parece aceitar tudo com um sorriso na cara, olhará para aqueles miúdos como uma opção do casal quando foi uma decisão unilateral e assumida unicamente por ele. 

Ser pai/ser mãe é uma expressão de amor, de entrega e de compromisso. Compromisso para com os filhos mas também um vínculo inegável entre um homem e uma mulher. Será realmente uma prova de amor assim tão grande pagar para ter crianças para amá-las "sozinho"? Será o papel de avó suficientemente forte para substituir o amor de mãe especialmente quando a adoração do jogador pela sua mãe é mais do que famosa? Será que o dinheiro pode mesmo comprar tudo? 

São perguntas às quais cada um de nós pode responder de uma forma diferente... é nossa "obrigação" respeitar todas as opiniões, sejam elas divergentes ou não e que o coração do Cristiano, a sua raça e o seu carácter são dignos de admiração disso não há dúvida. 

Margarida

 

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D