Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Arte da Simplicidade

"Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico." (Séneca)

"Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico." (Séneca)

A Arte da Simplicidade

24
Jan17

Banho de Óleo Reparador para Cabelos


Margarida

Meus queridos leitores, espero que se encontrem todos bem! 

Depois de um início de blog algo teórico hoje venho mostrar-vos um dos meus cuidados capilares mais queridos: Um banho de óleo reparador com óleo de coco. 

Este banho de óleo têm-me permitido espaçar os cortes (atenção porque espaçar não quer dizer que deixem de ser necessários. A única forma de acabar com as pontas verdadeiramente estragadas é cortando!) e manter um cabelo com aspecto saudável durante mais tempo. 

Dizem as más línguas, ou as boas como preferirem, que este banho estimula o crescimento capilar mas quanto a isso nunca fiz realmente atenção até porque o meu cabelo cresce normalmente a uma grande velocidade. No entanto posso assegurar-vos que eles estão mais brilhantes que nunca. 

Apesar de, a maior parte das bloggers aconselharem a sua realização uma vez por semana eu faço-o normalmente de duas em duas semanas (a não ser que tenha voltado recentemente da praia ou do sky) e, na maior parte do ano acho que me é suficiente. 

Por agora deixemo-nos de conversa e passemos à preparação deste cuidado capilar. 

(Peço desculpa pelas imagens mas a minha câmara está com uma qualidade algo duvidosa)

 

Ingredientes: Como defendem os minimalistas "menos é mais" portanto escolhi produtos de boa qualidade mas em número reduzido. Que é como que diz: 2! 

  • Óleo de Coco (Virgem): O óleo de coco é apreciado pelo seu efeito protetor e suave sobre a pele e também pelo brilho e vigor que confere aos cabelos. Também pode ser utilizado em cozinha e o resultado é muito bom. O óleo de coco ideal deverá ser oriundo de uma primeira pressão a frio. Quando o comprares faz bem atenção ao que diz o rótulo. Atenção que óleo de coco de primeira pressão é branco, cheira a coco e é sólido abaixo dos 20º!
  • Vitamina E: Esta vitamina têm um efeito anti-oxidante (pelo que protege o óleo que estamos a usar), anti-idade (bloqueia a ação dos radicais livres), é anti-inflamatório e melhora a circulação sanguínea. Nesta máscara a vitamina E é um pouco opcional. Eu utilizo-a normalmente devido ao seu efeito de melhoria da circulação sanguínea que, associada a uma boa massagem capilar, podem explicar o porquê do efeito de crescimento. Atenção a não deixar a vitamina E entrar em contacto com os olhos! 
  • Aloe-Vera: A planta medicinal por excelência. Na minha preparação eu não a utilizo porque confere ao cabelo imensos nutrientes o que pode ser interessante para o coro cabeludo (é certo) mas também permite modela-lo e torná-lo mais liso e encorpado. No meu caso como ainda utilizo os champoos do comércio não bio (estou a acabar o stock que tenho em casa) esse efeito é levado a cabo pelos ingredientes como a glicerina presentes nesses produtos). No entanto, como em tudo o resto é opcional e cada um faz como lhe parecer mais adequado! Uma das muitas vantagens da Slow Beauty! 

Preparação: 

Como já vos disse anteriormente utilizei dois produtos na minha preparação: Óleo de Coco e Vitamina E. 

O óleo de coco deve ser puro, branco, sólido a menos de 20ºC e evidentemente cheirar a coco. Todos aqueles que não correspondem a todos estes critérios foram seguramente refinados. No meu caso compro óleo de coco alimentar (que não tem nenhuma diferença e assim posso também usá-lo na cozinha e que é facilmente encontrado numa loja biológica) e de preferencia em boião de vidro pelo facto de que este pode ser reutilizado e senão reciclado à vida, ao contrário do que acontece com as embalagens de plástico. 

blog.jpg

 1) Coloque num recipiente um pouco de óleo de coco (dependendo do tamanho do cabelo tenta gerir o melhor possível o teu gasto, pora o meu cabelo mais ou menos pelos ombros uso 2 colheres de sobremesa mal cheias)

2) Com as temperaturas baixas, mesmo dentro de casa, o óleo de coco está necessariamente em estado sólido. Fá-lo derretar um pouquinho seja em banho maria ou no microondas. Deixa-o ficar fluído como mostra a imagem mas cuidado com a possibilidade de queimaduras se estiver demasiado quente. 

oleo.jpg

 

3) Por último deixa esfriar e junta-lhe de 3 a 5 gotas de Vitamina E e envolve tudo muito bem

vitamina e.jpg

 

E pronto, temos o nosso banho de óleo pronto. Agora basta aplicá-lo a começar pela raíz e acompanhado de uma boa massagem capilar e vai descendo até às pontas. 

Deixa-se repousar ou durante umas horas ou senão podes aplicá-lo à noite e lavar o cabelo de manhã. O resultado é visível na primeira aplicação. 

Espero que tenham gostado deste post. Despeço-me com um grande beijinho a todos!

Margarida

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D