Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Arte da Simplicidade

"Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico." (Séneca)

"Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico." (Séneca)

A Arte da Simplicidade

12
Fev17

7 ideias para economizar o ambiente... e a carteira #na cozinha


Margarida

Olá a todos! Espero que estejam todos bem e que este fim de semana seja, no mínimo, maravilhoso independentemente do tempo chuvoso e frio! 

Hoje venho iniciar uma nova rubrica no blog (a primeira...) em que vos vou dar 7 ideias para reduzir o lixo e se possível economizar uns euros em diversas situações! 

Como adoro cozinhar (e é verdade que o budget mensal em comida não é insignificante para ninguém) vamos começar por "7 ideias para economizar o ambiente... e a carteira na cozinha!" 

- Reduzir as embalagens e sobretudo o plástico: 

Todos sabemos que grande parte do lixo que produzimos é proveniente de embalagens... sobretudo plásticas. E todos nós sabemos que o plástico é altamente poluente, a sua reciclagem não muito segura e não é reciclavel sempre. (Mais informações no meu anterior post "Será que o Plástico é mesmo tão "inerte" como pensamos?"). 

Uma boa maneira de reduzir o peso das embalagens é, sem dúvida fazer compras a vulso. Começam a aparecer propostas de compras a vulso em lojas bio e em algumas grandes superficies comerciais e as vantagens vão para além do "não ter embalagem". Eles serão também mais baratos do que produtos equivalentes embalados e ainda podemos economizar ao comprar apenas a quantidade de que necessitamos. Se não tiver a possibilidade de comprar a vulso, ao menos poderá optar no supermercado por legumes sem serem super embalados e preferir as embalagens em cartão, metal ou vidro ao plástico.

- Evitar os desperdícios alimentares. 

Todos sabemos que existe um dia em que cozinhamos quantidades enormes de comida. A maior parte dela estraga-se ou porque passou muito tempo, porque não nos apeteceu passar a semana toda a comer a mesma coisa... as razões são muitas. O ideal será realmente ter muita atenção às quantidades. Existem sites na internet que ajudar com esse processo. 

Outro motivo porque mandamos comida fora é porque temos "mais olhos do que barriga" e enchemos os pratos demais... melhor colocar menos e voltar a servir-se do que colocar muito e desperdiçar não? 

E, mesmo se tudo isso não correu como o previsto e sobrou comida, pensa em dar-lhe "uma nova cara" assim evitarás o desperdício e não terás a sensação de comer a mesma coisa 2 ou 3 vezes seguidas. 

- Atenção aos prazos de validade: 

Há sempre, mas sempre qualquer coisa cuja validade acabou e que somos obrigados a deitar fora. O ideal é organizar a cozinha, de preferência com menus semanais, e comprar APENAS aquilo de que se precisa. Poupa-se em várias frentes, especialmente se seguirmos a lista de compras à linha. 

- Deitar o mínimo dos alimentos fora

Existem milhentas formas de aproveitar os alimentos atá ao fim... as nossas avós já o faziam mas nós, habituados ao fácil, desperdiçamos muito. Mandar fora a parte verde dos alhos franceses, as cascas das batatas e das frutas... isso está fora de moda. Até porque as cascas são a parte com mais vitaminas dos alimentos. 

Seja em cozinha (veja-se o exemplo de muitos restaurantes que apreveitam as cascas das batatas para fazer chips) ou nas limpezas (a casca do limão é ideal para limpar fornos e micro-ondas) as opções são mais que muitas e assim aligeiramos o nosso caixote do lixo e a nossa carteira. 

- Encher a pia para lavar a louça

Sim, sim... lavar a louça com a água a correr é um desperdicio de água e de detergente. Enche a pia e deixa-te de tretas. Outra opção para poupar enquanto lavas a louça será a de optar por um sabonete sólido (como por exemplo o sabão de marselha SEM glicerina) que limpa a louça e é natural e muito menos poluente para as águas que os líquidos que compramos no comércio. 

Pessoalmente utilizo um detergente biológico que compro na minha loja que vende a vulso e cuja embalagem é sempre a mesma. 

- Diminuir a utilização de guardanapos

Opta por guardanapos de pano (por exemplo) são mais caros mas muito mais ecológicos, bonitos e duram muito mais tempo. Desiste de tentar limpar tudo e mais alguma coisa com papel absorvente. Um pano microfibras faz o mesmo, ou melhor efeito, e podes usar e voltar a usar. 

- Lança-te na cozinha e faz os teus próprios pratos

Esta semana encomendei pizza (uma semana de muito trabalho e em que nenhum dos dois tinha vontade de cozinhar) e a quantidade de cartão que mandei fora foi assustadora.. por isso se queres poupar e acima de tudo comer melhor e saber o que comes faz tu a tua própria comida. Esquece os pratos preparados (cheios de sal, açucar e outros conservantes mais ou menos terríveis para a saúde) e opta por um dia de dedicação à cozinha. Podes sempre fazer a comida para uma boa parte da semana e congelar porções que poderás comer mais tarde. Ao início é chato mas com o tempo é sentir-te-às muito melhor. (Mas pronto... um dia de preguiça ou de prazer é tolerado de vez em quando... nada de cair em exageros!)

Espero que tenham gostado deste post. Gostaria de ter o teu feedback nos comentários, sim? Assim como as tuas ideias para diminuir a produção de lixo e poupar dinheiro na cozinha! 

Não te esqueças também de fazer gosto na página do Facebook do blog. 

Um grande beijinho

Margarida

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D